É que o coração não Pensa!

Já parou pra pensar o que nos move? Gasolina que não é. Desculpem-me o tom irônico, só queria aprender a ser ríspida pra ver se consigo ser menos interrogação e mais afirmação. Tentativa falha. Mas então caro amigo o que nos move? Dizem que é essa coisa de querer ser feliz, que a gente tem que procurar por ela (a felicidade) infinitamente, só pra sei lá, ter força (?) e sempre continuar, mas então me pergunto: Não seria burrice ou até mesmo masoquismo da nossa parte procurar até o finito algo que temos a consciência de que nunca vamos alcançar em sua total espécie e glória? Claro que sim. Ou não. Mas então o que nos move? Apatia move alguém? Força de vontade move, mas pra alcançar o que? Os seus objetivos? E esses objetivos são para chegar aonde? E vale a pena lutar pra chegar onde você tenta chegar? Afinal, viver pra quê? Não me entendam mal, não estou falando que não valha a pena viver e que a vida não é em seu contexto geral para ser vivida, mas e quando deitamos a cabeça no travesseiro, estamos mesmo satisfeitos com tudo o que fizemos durante o dia? Bem aproveitado, mal aproveitado. Desperdiçado? Mas então o que nos move? Não quero ser lógica, também não quero obter respostas lógicas morais ou amorais, talvez nem queira nenhuma resposta. Só me diga que vale a pena, que é bom estar aqui, que é bom ter um motivo, ou que não existe motivo algum, é isso e fim. Sem especulações, porque são nos argumentos que se formam as dúvidas, penso.


Movidos pela raiva nós fazemos muitas coisas, mas e movidos pelo AMOR, nós fazemos o que? Reflita.

A coisas que ela não diz…

Ela não fala pra você, mas elas sente. E não sabe que tem culpa das coisas continuarem as mesmas justamente porque não diz e não diz porque tem medo de mudar demais as coisas.

— 4 weeks ago